Tuesday, May 02, 2006

Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar algumas vezes irritado, mas não esqueço que a minha vida é a maior empresa do mundo. E posso evitar que ela vá à falência. Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise. Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e tornar-se autor da própria história. É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da tua alma. É agradecer a Deus em cada manhã pelo milagre da vida. Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos. É saber falar de si mesmo. É ter coragem para ouvir um “não”. É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta. Pedras no caminho? Guardo-as todas, um dia vou construir um castelo…
Fernando Pessoa

10 comments:

Anonymous said...

Gostámos tanto deste texto... dá-nos uma lição de coragem, de vida. Deus queira que não tenhas assim tantas pedras... apenas duas, que façam faísca, para poderes continuar a incendiar os corações daqueles que se cruzam contigo.
Um abraço dos amigos alentejanos

Malu said...

e um daqui agradecendo a faísca que sempre acende o meu.

manuel pires said...

O prometido é devido e ... o poder de síntese de FP, é brilhante. Conheço este pensamento, que mão amiga me fez chegar.
Fácil é concordar e difícil SERMOS, sem os facilitismos ou acomodações que esta sociedade, qual serpente, nos estimula no n/quotidiano.

No dia em que, de uma forma natural e não imposta, conseguirmos:

Estar ao lado e não à frente
Ouvirmos para sermos ouvidos
Darmos, sem pensar na recompensa
Desprezar o “faz de conta”
Amar perdidamente nos nossos gestos e acções

E mais, mais, mais ....

estaremos preparados para sermos autores da história. Para sermos autores da mudança.
Para, com a paciência enormíssima da formiga, criarmos caminhos para nós e sensibilizar os outros, através do nosso testemunho de vida, para a construção do seu próprio caminho.

Em tempo: pior do que não saber responder, é não ter perguntas para fazer !

E assim, as pedras que são escaldantes (no verão) e frias (no inverno) serão fundamentais para a construção da NOSSA casa, de todos.

Thelma said...

Pedras pelo caminho há muitas, e muitas vezes essas fazem-me crescer. Tal como aceitar um "não" e tb não ser a vitima. Deus dá-me constantemente provas do Seu Amor... Por isso este texto faz-me parar e pensar, afinal, basta aceitar o Amor Dele para que sejamos os autores da nossa história e aceitarmos todas as pedras que nos aparecem nos caminho, de maneira a seguir em frente.

A paz esteja contigo

Beijinhos

luis manuel said...

A palavra através de parábolas é um importante instrumento de compreensão para ideiais pregados por Jesus Cristo, e essenciais ao Homem. Cortar tudo o que se agarra ao homem, entendo como a possibilidade de libertar o espirito que em cada um habita, de forma a encarar e empreender o seu lugar no mundo terreno.
"Quem vive como sendo da terra à terra pertence..."
Por isso o testemunho que podemos e devemos mostrar será á Luz de um Sol vigoroso de Primavera.
Encontrando o oásis da nossa alma, seremos capazes de vencer os próprios desafios, atravessando caminhos pedregosos e reconhecendo com humildade a aceitação do próximo como irmão.

Um caminho alegre para celebrar o milagre da vida.

Um abraço

Joana said...

=)
"Isso ajuda-te a crescer..."

Provávelmente são essas pedras que nos ensinam a ser feliz... e a sorrir mais após cada crise e desafio.

"Quantas mais pedras tiveres, maior será o teu castelo."

Beijinhos*

Anonymous said...

PEGADAS NA AREIA!!!

Uma noite tive um sonho...
Sonhei que estava a andar na praia com o Senhor,
eno céu, passavam cenas da minha vida.
Para cada cena que passava, percebi que eram deixados dois pares de pegadas na areia
uma era o meu e o outro era do Senhor.
Quando a última cena da minha vida passou diante diante de nós,
olhei para trás, para as pegadas na areia,e notei
que muitas vezes, no caminho da minha vida ,
havia apenas um par de pegadas na areia.
Notei também que isso aconteceu nos momentos
mais dificeis e angustiosos da minha vida.
Isso aborreceu-me deveras e perguntei então ao Senhor...
Senhor disseste-me que , uma vez que TE resolvi seguir,
Andarias sempre comigo, em todo o caminho.
Contudo,notei que durante as maiores atribulações da minha vida,
havia apenas um par de pegadas na areia.
Nao compreendo porque é que nas horas em que eu mais necessitava de ti,
Tu me deixaste sozinho.
O Senhor respondeu...
Meu querido filho, jamais eu te deixaria nas horas de prova e sofrimento.
Quando viste, na areia, apenas um par de pegadas, eram as minhas.
Foi exatamente ai que eu te carreguei nos braços...................

Kaiser

kaiser said...

..só agora é que consegui pôr o POST, devidamente identificado...( com a ajuda de Deus )hahah...

Malu said...

P. Carlos,

Acabo de receber um carregamento de material que julgo suficiente para uma bela de uma empreitada no 'meu castelo'....
Mãos à obra Malu, 'alimenta-te' e arregaça pois, as mangas....

P.S. Posso mandar 1 bjinho*?

Anonymous said...

Fernando Pessoa?! De certeza?